O que tem de novo

Nota de Pesar

Nota de Pesar

É com grande tristeza que a diretoria do Instituto de História e a coordenação do PPGHIS comunicam o falecimento do professor Manolo Garcia Florentino.

Como historiador, Manolo marcou definitivamente a historiografia brasileira. Demonstrou que a escravidão e o tráfico, longe de produzirem apenas uma sociedade separada entre senhores e escravos, geravam estruturas sociais profundamente desiguais e excludentes em diversos níveis, e dos dois lados do Atlântico. Sua produção é indispensável para estudiosos da escravidão transatlântica.

Como professor, formou profissionais que hoje se destacam no Brasil e fora dele, com um impacto duradouro na comunidade acadêmica internacional. Influenciou, além disso, um número muito maior de alunos de graduação e pós-graduação que tiveram o prazer de assistir a aulas em que mesclava, com aguda inteligência, erudição e rigor metodológico.

Manolo Florentino deixou também marcas indeléveis nas instituições em que trabalhou e as quais fortaleceu, ao longo de décadas como docente da UFRJ. Neste sentido, merece destaque sua atuação no PPGHIS, como coordenador e como professor. Reconhecidamente, foi um dos principais responsáveis pela ascensão do Programa ao grupo de excelência e sua posterior manutenção nesse patamar.

Por essas razões, a direção do IH e a coordenação do PPGHIS se solidarizam com a família e os amigos nesse momento de tristeza e manifestam o pesar de todo o corpo social do Instituto e do Programa.

Rio de Janeiro, 12 de março de 2021.