Para além da Decolonialidade – Projetos emancipatórios e caminhos de pensamentos autônomos

Com Dr. Farid Alatas.

Nos últimos anos, a decolonialidade tornou-se um slogan poderoso, convidando a transformação das ciências humanas e sociais e da educação em geral. No que respeita a educação, ciência e tecnologia e o desenvolvimento de capacidades intelectuais, este movimento tem sido importante por várias razões. Primeiro por reconhecer que as práticas há muito estabelecidas pelo colonialismo europeu moderno estão silenciosamente enraizadas nas operações básicas de produção de conhecimento, incluindo a formação de futuros cientistas. A chamada virada decolonial também nos ajudou a entender que a obliteração da diversidade – entendida como a aniquilação da representação de diferentes identidades raciais, de gênero e sexuais, de classe e de casta – faz parte de um projeto reforçado pelo imperialismo europeu iniciado no séc. século XV e prejudicou a sociedade em sua capacidade de ser inclusiva e a ciência em sua capacidade de ser socialmente relevante. Nosso curso é desenvolvido como uma plataforma aberta para discutir essas questões observando histórias, conquistas, críticas e limites da onda decolonial, ouvindo possíveis desdobramentos para projetos libertadores renovados e caminhos de pensamento autônomo nas Ciências Sociais.

Nosso curso é desenvolvido como uma plataforma aberta para discutir essas questões observando histórias, conquistas, críticas e limites da onda decolonial, ouvindo possíveis desdobramentos para projetos libertadores renovados e caminhos de pensamento autônomo nas Ciências Sociais.