Pedagogias Críticas e Pensamento do Sul De-centrando e re-centrando a Teoria Social internacional

Profa. Dra. Peggy Levitt: Luella LaMer Slaner Professor in Latin American Studies; Professor and Chair, Department of Sociology, Wellesley College, and Associate, Weatherhead Center for International Affairs, Harvard University

Critical
Pedagogies and Southern Thinking

De-Centering and
Re-centering international Social Theory
Pedagogias Críticas e Pensamento do Sul
De-centrando e re-centrando a Teoria Social
internacional

Peggy Levitt
Luella LaMer Slaner
Professor in Latin American Studies
Professor and Chair,
Department of Sociology, Wellesley
College, and Associate, Weatherhead Center for
International Affairs, Harvard University
Claudio Pinheiro
Professor
of Asian and African Studies, Graduate Program on Social History, Rio de
Janeiro Fed. University; Sephis Programme, Chair;
Nelson
Mandela University

As ciências
sociais vêm sendo repetidamente questionadas sobre a relevância heurística de
suas categorias analíticas, seu repertório teórico e métodos. Nas últimas
décadas, tem sido igualmente desafiadas em sua capacidade de abordar questões
sociais que afetam o mundo em geral, oferecendo ferramentas para responder a problemas
que afetam as sociedades do Norte (isto é, centrais, industrializadas,
desenvolvidas) e do Sul (periféricas, em desenvolvimento). Uma questão básica é
sob quais condições a sociologia internacional pode lidar com questões globais?

As críticas
pós-coloniais ou de-coloniais concentraram-se na dimensão epistemológica para
denunciar repetidamente os limites, a irrelevância ou a inadequação da
axiologia ocidental ao abordarem sociedades não-ocidentais. Essas visões
pressupõem que as Ciências Sociais derivam de um projeto ocidental de celebração
da diversidade, através da reificação da homogeneidade cultural e de cânones
hegemônicos produzidos pelo colonialismo. Consequentemente, as reações vão
desde denunciar as Ciências Sociais como o imperialismo – derivado de um
projeto colonial e, portanto, incapaz de a variedade de sociedades em nível
global – até propor a descolonização da disciplina.

Mais
recentemente, contribuições orientadas em torno de um Pensamento Sociológico do Sul vêm ganhando visibilidade. Este
enquadre compartilha a crítica pós/de-colonial sobre as limitações
epistemológicas da teoria sociológica clássica e propõe estratégias para
promover um cânone mais inclusivo para a disciplina, através de uma avaliação
sistemática do sistema de hábitos culturais das Ciências Sociais.

Abordagens
críticas não-Ocidentais tenderam a se concentrar na teoria como fronteira ulterior e espaço preferencial de disputa pela
versão hegemônica, prestando menos atenção ao papel desempenhado pelas rotinas pedagógicas e arsenais metodológicos para reproduzir
uma academia mais dinâmica, igual e diversificada – ainda que dimensão tenha
sido observada pela teoria sociológica clássica.

O curso tem
como objetivo criar condições de observação de práticas inclusivas nas ciências
sociais, através do ensino. A segunda e terceira partes desta disciplina
analisarão o conteúdo dos currículos de diferentes tradições sociológicas
referentes à teoria clássica, pensamento social e teoria social, ensinados em
diferentes épocas. Defendemos que, juntamente com teorias e métodos, as rotinas
pedagógicas são outro aspecto-chave de uma luta por uma relevância renovada para
as ciências sociais no mundo atual e devem ser abordadas criticamente para construir
agendas renovadas e inclusivas para as ciências sociais em geral. O objetivo
não é desautorizar ou condenar a axiologia ocidental como puro imperialismo cultural
nas Ciências Sociais, mas introduzir a relevância do Pensamento do Sul e dos
pensadores sociais para uma discussão renovada sobre a relevância heurística
das Ciências Sociais em geral.

Organização

Este curso
tem uma dupla perspectiva e divide-se em três partes: introduzir duas
discussões (em torno de Sociologias do Sul e Práticas Críticas de Pedagogia) e
desenvolver exercícios para renovar as práticas pedagógicas da disciplina.

Unit 1

Geopoliticas
do conhecimento e revisões críticas do cânone sociológico

Geopolitics of Knowledge and Critical
assessments to the sociological cannon

Unit 2

Pedagogias
críticas, Ciências Sociais e mais além

Critical Pedagogies, Social Sciences and Beyond

Unit 3

Rotinas Pedagógicas revisitadas: inclusão e diversidade

Pedagogic routines: Inclusiveness and diversity

Participação,
Exames e Requisitos

Espera-se
que os alunos leiam a literatura e participem das aulas preparadas para
participar de discussões ativas. Pequenos exercícios serão propostos para serem
aplicados durante as aulas. Mais detalhes serão discutidos na primeira sessão.
O exame final consiste em um ensaio / projeto de 3000 palavras, elaborando um
ou mais dos tópicos discutidos durante o semestre.

Recursos
e Produtos

O curso inclui
leituras e discussão de literatura referida ao tema, a realização de
entrevistas ao vivo com intelectuais do Norte e do Sul Global e, ainda, a
realização de filmes ficcionais sobre estratégias de ensino e reversão de
assimetrias do campo cientifico internacional.

Aspectos
práticos

A
disciplina será ministrada simultaneamente no Rio de Janeiro e em Boston, nas
2as feiras à tarde. As aulas serão tanto em português como em inglês (com
tradução consecutiva) e com transmissão on-line ao vivo.

Inscrições
e informações

Inscrições
de estudantes externos é encorajada e estudantes-ouvintes serão aceitos,
dependendo da lotação da sala de aula.

PPGHIS –
Programa de Pós-graduação em História Social

Largo de
São Francisco, 1/sl. 205 – Rio de Janeiro

(21)
3178-2924 e (21) 99087-2141 (cel/Whatsapp)

ppghis.ufrj@gmail.com | c.pinheiro.ufrj@gmail.com | lsedrez@gmail.com

Prof. Dr. Claudio Pinheiro: Professor African Studies, Graduate Program on Social History, Rio de Janeiro Fed. University; Sephis Programme, Chair; Visiting Professor, Chair for Critical Studies in Higher Education Transformation, Nelson Mandela University

Dia/Horário: Segundas-Feiras / 15h-18h
Sala: Werneck

Esta disciplina é oferecida e co-validada pelo PPGHIS e por Wellesley Colllege/Harvard e funcionará simultaneamente nas duas universidades, em língua inglesa. Em função da alta pré-procura os docentes farão uma seleção de interessadas/os em seguir o curso. Favor contatar os responsáveis pela disciplina pelo email: c.pinheiro.ufrj@gmail.com